Campanha Natal Sem Fome 2022; faça sua doação

You are currently viewing Campanha Natal Sem Fome 2022; faça sua doação

Natal Sem Fome 2022

A entidade Ação da Cidadania acaba de lançar a sua tradicional campanha Natal Sem Fome 2022.

“Uma das maiores mobilizações solidárias da sociedade civil, que ocorre desde 1994 e já ajudou mais de 22 milhões de pessoas por todo o Brasil a terem um Natal digno.” (ressalta a ONG)

Acesse agora mesmo e faça a sua doação. Há diversas diversos valores e formas de ajudar.

(Atualização: 19/10/2022)


Campanha contra a fome: conheça os últimos dados e ajude a quem precisa

A Conape vem, mais uma vez, conclamar seu quadro de Associados/as e público em geral a se somar à campanha nacional de combate à fome que assola o país.

Em um pouco mais de três anos, o Brasil passou a ter mais de 33 milhões de brasileiros em situação de insegurança alimentar; e 14 milhões foram acrescidos em um pouco mais de um ano.

Ajude a quem precisa, a Ação da Cidadania, uma entidade dedicada, confiável e renomada na luta contra a fome, está aguardando a sua ajuda. Visite o site da entidade e clique no botão “Doe Agora”. Há diversas formas de contribuir, fáceis e seguras, sem precisar se deslocar.

Acesse para doar

https://www.acaodacidadania.org.br/


Insegurança Alimentar no Brasil: Pandemia, Tendências e Comparações Globais

Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Brasil ultrapassou a média mundial em quatro vezes a mais da elevação ocorrida no mundo. “É a primeira vez que o Brasil ultrapassa a média mundial e o aumento foi quatro vezes maior a elevação ocorrida no mundo, entre 2019 e 2021”, revela Marcelo Neri, diretor do FGV Social.

Resumo do FGV Social: “O Brasil ocupa lugar de destaque no tema insegurança alimentar, seja pela produção agrícola, seja pelas dificuldades que os brasileiros têm de lidar com falta de comida. Oferecemos a partir do processamento dos dados do Gallup World Poll, uma fotografia mais recente da insegurança alimentar da população brasileira (2021 – coletada de agosto a novembro) e o acompanhamento de suas mudanças no período da pandemia do Covid-19. Esta base permite plena comparabilidade entre 160 países, em bases anuais desde 2006, nos possibilitando medir aqui diferenças de prazo mais longo de insegurança alimentar entre o Brasil e o mundo, assim como de seus determinantes próximos como renda, escolaridade, gênero e idade.”

Acesse o relatório completo
https://cps.fgv.br/FomeNaPandemia

Leia também
https://portal.fgv.br/noticias/brasil-atinge-novo-recorde-brasileiros-sem-condicoes-se-alimentar-mostra-pesquisa

Compartilhe...