CONAPE

Você conhece o Mal de Alzheimer?

Para ajudar a responder esta e muitas outras perguntas, a Conape convidou a Profª. Maria Aparecida A. Guimarães, da Apaz – Associação de Parentes e Amigos de Pessoas com Alzheimer, Doenças Similares e Idosos Dependentes, que, a 3/5, proferiu palestra sobre o tema.

A 3º vice-presidente da Conape, Ina Lutterbach, abriu o evento. “Nós agradecemos a presença de vocês e queremos, sempre, uma palestra anual que seja de interesses das nossas associadas e associados. E desde já, agradecemos a presença”, disse Ina Lutterbach.

Além de Ina, outros dirigentes da Conape prestigiaram o encontro, como o presidente Abelardo Rosa Santos; os diretores, Idinéa Nicacio e Newton Menezes; os suplentes de diretoria, Marly Gomes de Andrade e Xerxes Campos; e o conselheiro fiscal Carlos Olimpio. Os funcionários da entidade contribuíram no suporte do evento, como Maria do Carmo (Assistente Social), Cláudia Dalla Costa (Advogada), Armindo Filho (Gerente Administrativo), Ana Paula, Tiago e Marilene Seguer (Administrativos).

SAM_0613_web

A palestrante, Maria Aparecida A. Guimarães, há 14 anos preside a Apaz. Ela destacou que a Apaz tem 25 anos de existência, e foi fundada pelo dentista Dr. Jacob Guterman (in memorian), em 18/4/1991. A esposa do Dr. Guterman teve Alzheimer, aos 54 anos de idade, e numa época em que esta doença não era de conhecimento público.

Aos 70 anos de idade, em 1995, a mãe da palestrante também contraiu a doença. Foi na busca de orientações para cuidar de sua mãe, que Maria Aparecida conheceu a Apaz, por meio do Dr. Jacob, e acabou se associando à entidade que ora preside. Sua mãe faleceu em 2007. “É um prazer ajudar às pessoas, para que não passem pelo que eu passei”, declarou.

A Apaz tem Comissão Científica, formada por médicos, psicoterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, advogados, entre outros. O objetivo é oferecer suporte nos atendimentos às pessoas que se dirigem à Apaz, bem como às palestras proferidas na entidade toda terceira terça-feira de cada mês. Há também reuniões específicas (e agendadas), às terças e quintas-feiras.

A entidade tem, também, o projeto Grupo Terapia, coordenado por duas psicólogas, que realizam encontros com quatros grupos para capacitação de pessoas que lidam com pacientes (familiares ou não) acometidos pelo Alzheimer.

Anualmente, em setembro, Mês Mundial de Conscientização do Alzheimer, a entidade promove encontros especiais. A Apaz é associada à ADI – Alzheimer’s Disease International e à AIB – Associaçao Ibero-Americana de Alzheimer.

A palestrante, Maria Aparecida A. Guimarães, que é professora de História, agradeceu a oportunidade dada pela Conape. Ela destacou que o tema Mal de Alzheimer é imprescindível na atualidade, em vista da maior longevidade das pessoas, em função do avanço da ciência no trato da saúde.

Maria Aparecida sublinhou que é muito importante que nós tenhamos uma longevidade “com saúde, com autonomia”. “Para isto, precisamos estar informados das doenças que acontecem no processo de envelhecimento e como devemos nos proteger delas”, ressaltou.

maria_aparecida-1_web“Não fazer tudo pela pessoa, mas fazer com a pessoa”, destacou Maria Guimarães um aspecto importante a ser levado em conta no momento em que se assiste um paciente que sofre com a Doença de Alzheimer. Segundo ela, é preciso respeitar (e incentivar) a autonomia da pessoa acometida pela doença.maria_aparecida-1_web

Ela iniciou o evento com a exibição do documentário, de 26 minutos de duração, Alzheimer: mudanças na comunicação e no comportamento — direção, roteiro e produção de Thereza Jessouroun. “O filme filme é uma verdadeira ferramenta de capacitação”, pois todo mundo deve saber identificar os sintomas da Doença de Alzheimer, bem como buscar um especialista para dar início ao tratamento. “O diagnóstico precoce é fundamental, pois ninguém está livre de apresentar esses sintomas, seja um parente, um amigo, um vizinho”, ressaltou Maria Aparecida.

A obra mostra que a doença é uma patologia neurológica degenerativa, progressiva e irreversível que atinge toda a família, pois muda o cotidiano familiar e traz forte repercussão emocional, principalmente para os que assumem a função de cuidador.


Apaz_webApaz – Associação de Parentes e Amigos de Pessoas com Alzheimer, Doenças Similares e Idosos Dependentes

Av. Marechal Floriano, 65, Centro – Rio de Janeiro. Cep.: 20080-004.
Contato: (21) 2223-0440, 2518-1410.
www.apaz.org.br | apoio@apaz.org.br
CNPJ: 40.296.360/0001-05

Fonte: Conape Notícias nº 30 (maio-junho/2016).

Leia também: Você conhece o Mal de Alzheimer? (II)

Tagged ,

Deixe uma resposta

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com