14 de novembro – Dia Mundial do Diabetes

14 de novembro – Dia Mundial do Diabetes

No dia 14 de novembro, comemora-se o Dia Mundial do Diabetes. No mundo inteiro empresas, prédios, casas e monumentos são iluminados em azul para celebrar essa data.

O diabetes é considerado a nova epidemia mundial. A doença já atinge 246 milhões de pessoas no planeta, e a previsão é que esse número duplique até 2025. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada cinco segundos uma pessoa no mundo descobre que tem Diabetes.

Mas o que é o diabetes?
Todos os alimentos que ingerimos são transformados em açúcar (glicose), e absorvidos pelo organismo. A glicose é a fonte de energia do nosso corpo. Para entrar nas células, a glicose depende da insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas. Quando ocorre deficiência da produção ou da ação da insulina, surge o diabetes.

Os tipos mais conhecidos de diabetes são o 1 e o 2. Em ambos os tipos, ocorre a hiperglicemia, que é o aumento do açúcar no sangue.

No diabetes tipo 1, a hiperglicemia ocorre porque as células que produzem a insulina são atacadas erroneamente pelo organismo e a produzem em pouca ou nenhuma quantidade. Embora possa ocorrer em qualquer idade, o diabetes 1 é mais comum na infância ou na adolescência.

Já no diabetes tipo 2, o aumento do açúcar no sangue ocorre porque algumas células não respondem corretamente à insulina produzida. Esse tipo de diabetes é mais comum em pessoas maiores de 40 anos, mas também pode ocorrer em outras faixas etárias. Excesso de peso, sedentarismo e consumo exagerado de doces são fatores de risco para o surgimento do tipo 2.

Os sintomas mais comuns do diabetes são sede excessiva, aumento do apetite, perda de peso, cansaço, vista embaçada e aumento da frequência urinária, inclusive no período da noite.

No diabetes tipo 1, os sintomas se instalam rapidamente. Já no diabetes tipo 2 a instalação é gradual, sendo na maioria das vezes silenciosa. Portanto, é sempre importante realizar seu check-up anualmente.

Quem tem diabetes precisa fazer um teste diário – com aparelho Glucosímetro – para medir o nível de açúcar no sangue, que deve estar entre 70 e 100 mg/dl.

Prevenção e tratamento
O tratamento do diabetes é realizado com insulina tipo 1 e medicamentos orais e/ou insulina tipo 2. Além do uso dos medicamentos conforme orientação médica, a dieta e a prática de atividade física são fundamentais para o controle do diabetes.

É importante manter uma dieta saudável, rica em fibras, vitaminas e minerais e evitar alimentos ricos em gorduras saturadas (carnes gordas), gorduras hidrogenadas (margarinas, sorvetes) e açúcares (doces, refrigerantes e sucos industrializados). Outra dica é alimentar-se de 3 em 3 horas, principalmente se fizer uso de insulina.
É recomendável a prática de pelo menos 30 minutos de atividade física, 5 vezes por semana. Caminhar, nadar, pedalar, dançar ou correr são opções válidas, sempre com orientação médica.

Ainda não há cura para o diabetes. Portanto, até o momento, a melhor maneira de prevenir a doença é manter-se dentro do peso, adotar uma dieta saudável e se exercitar. Nunca é tarde para começar a se cuidar!

Fonte: AMS/Petrobras — 12/11/2012.

Imagem: Pixabay.